fbpx

Criamos este Blog para passar algumas dicas, e nada melhor do que começar falando de viagem, afinal quem não gosta de viajar, não é mesmo? Ainda mais quando a viagem for acompanhada de uma boa companhia. Quando falamos em viajar além de conhecer um lugar novo, você também pode conhecer outras pessoas e iniciar novas amizades.

Sempre que possível viajo, tive a oportunidade de conhecer lugares incríveis dentro do Brasil, assim como belíssimos lugares fora do país. O primeiro local que decidi indicar para vocês é a capital Argentina, Buenos Aires. Confesso que essa cidade nunca me chamou atenção para visitá-la, criamos um “pré-conceito” com nossos “Hermanos” mas serviu totalmente de lição para mim, pois além de lindo, em todos os lugares por onde passei fui muito bem recebido, muito bem atendido, acabando com todos meus pensamentos negativos sobre este lugar.

Confesso que voltei tão encantado que além de decidir iniciar escrevendo sobre ela, passarei a recomendar esta amada Capital Argentina chamada Buenos Aires. 

A cidade de Buenos Aires não faz parte da província de Buenos Aires nem da capital da província; pelo contrário, é um distrito autônomo . Em 1880, após décadas de disputas políticas , Buenos Aires foi federalizada e removida da província de Buenos Aires.  A qualidade de vida de Buenos Aires ficou em 91º lugar no mundo, sendo uma das melhores da América Latina em 2018. É a cidade mais visitada da América do Sul e a segunda cidade mais visitada da América Latina (atrás da Cidade do México ). 

Buenos Aires foi colonizada por Espanhóis e Italiano onde leva em sua arquitetura europeia eclética preservada e rica vida cultural. 

Sem dúvida estar em um hotel na região central vai te ajudar muito no roteiro, a cidade possui uma enorme quantidade e variedade de hotéis para todos os gostos e bolsos. Para se locomover na cidade o bom e velho táxi funciona perfeitamente, pois é um meio de transporte com muita disponibilidade e preço super acessível.

Vou fazer uma sugestão de roteiro para quem conseguir estar na cidade por três dias, no qual fiz com minha esposa e foi muito prazeroso.

No primeiro dia caminhar pela Avenida Callao e para quem gosta de livros fazer uma parada obrigatória na Livraria El Ateneo. Olhando de fora, nem parece que vamos entrar na mais linda livraria de Buenos Aires. E por que não dizer da América Latina? Afinal, El Ateneo Grand Splendid foi eleita pelo jornal britânico The Guardian como a segunda livraria mais linda do mundo.

A noite, escolher algum restaurante na região de Puerto Madero é a melhor pedida.

No segundo dia, começamos pela Casa Rosada, é a sede do Poder Executivo, onde exerce as suas funções o Presidente da República.

A Casa Rosada , também conhecido como Casa do Governo, é um dos edifícios mais emblemáticos da cidade de Buenos Aires. A Casa Rosada foi declarada Patrimônio Histórico Nacional.

Embaixo da Casa Rosada, com entrada pela direita na Rua Hipolito Yrigoyen de quem vê o prédio de frente, está o Museu Casa Rosada, sua entrada é gratuita. 

Inaugurado em 2011 com o nome de Museu do Bicentenário, o lugar sempre chamou atenção pela sua história e também pela tecnologia. De longe é o museu histórico mais moderno da cidade com vários murais e telas interativas. O contraste da tecnologia com as ruínas do antigo prédio, o forte de Buenos Aires, onde foi construída a Casa Rosada é interessantíssimo.

Caminhando pela região você precisa visitar a Catedral, que também  faz parte do centro histórico da cidade e vale a pena visitá-la para descobrir sua história e arquitetura. O estilo arquitetônico e neoclássico com um frontão triangular e grandes colunas. Ao lado do templo é a sede da Arquidiocese de Buenos Aires.

Saindo da catedral, caminhe um pouco até chegar no Obelisco de Buenos Aires, é o ponto turístico obrigatório para quem visita a capital portenha. Cartão postal da Argentina, ele é amado pelos portenhos e sempre presente nos protestos e comemorações organizados na cidade. Não deixe de caminhar pela rua 9 de Julho onde você encontrará uma diversidade de atrações.

Sem sombra de dúvida, ao visitar Buenos Aires é obrigatório conhecer pelo menos uma das inúmeras casas de Tango. Escolhemos visitar o Tango Porteno, mas é necessário reservar com antecedência já que os ingressos incluem transfer,  bebidas, jantar completo, antes do belíssimo espetáculo. Nesse dia conhecemos outros 2 casais de brasileiros no qual podemos passar uma agradável noite.

No terceiro dia iniciamos pela região La Boca mais precisamente em Caminito, que para mim sem dúvida, foi a região que eu mais gostei dos lugares que visitamos.

Rua Caminito está localizada no coração do bairro de La Boca, na área conhecida como Vuelta de Rocha, em frente ao RiachueloCaminito é cerca de 400 metros de La Bombonera, estádio do Club Atlético Boca Juniors. Ali é indispensável você comprar os deliciosos Alfajors Argentinos e doce de leite típico da Argentina.

Saindo do Caminito, pegamos um táxi até o famoso cemitério da Recoleta, onde está enterrada a famosa Evita Perón. Para quem gosta, vale a pena conhecer este diferente hábito onde em muitos túmulos é comum os caixões serem expostos, sendo ainda possível, ver  seus restos mortais. Confesso que não foi algo que me atraiu muito, mas valeu a pena conhecer.

Andando poucos metros,  recomendo visitar o Museu Nacional de Bellas Artes, e sem dúvida é um passeio muito agradável. Já tive a oportunidade de conhecer outros museus como o Famoso Luvre na França, e dentro de suas proporções e tamanho, este museu está muito bem representado.

Bem próximo dali, é possível caminhar pela Universidade de Direito e Ciências Sociais para tirar uma foto.

E bem ao lado fica a Floralis Genérica, a”flor de metal”, importante cartão postal da capital da Argentina, é um lindo lugar para se visitar. Esse é considerado um dos principais pontos turísticos de Buenos Aires, então vale passar por ali, nem que seja só para ver tudo rapidinho e tirar uma foto.

Uma boa pedida é tomar um chope gelado em algum restaurante na Recoleta e depois do almoço, é claro, tomar aquele sorvete na famosa sorveteria Freddo. E para aqueles que não dispensam um shopping, pode ir conhecer o Shopping Pátio Bullrich, onde vai encontrar algumas lojas de grifes.

E para fechar o passeio nada melhor do que sair para jantar em outro restaurante da região de Puerto Madero, no nosso caso combinamos com os 2 casais que conhecemos e tivemos uma noite muito divertida e podemos tomar bons vinhos acompanhado de muita conversa e risada, não poderíamos ter encerrado a viagem da melhor forma.

Espero que este breve depoimento possa inspirar outras pessoas a conhecer esta bela cidade, e possa também, quem sabe, fazer novas amizades assim como nós.